www.thomasnilsson.com.br
Caminhos para liberdade e progresso
   
 
   
O que faz a economia ser pobre em certos países?
ECONOMIA - 14/04/2016

E o que faz outros tão ricos? Repare, não tem nada a ver com recursos naturais ou qualquer coisa assim. Pode ser reservas incríveis de bauxita, petróleo ou excelente terra fértil. Muito ao contrário, países ricos em minerais são entre os mais pobres do mundo. 

150 anos atrás, Hong Kong era uma pequena aldeia de pescadores analfabetos. Há 50 anos, em Cingapura, os habitantes defecaram nas ruas, e os visitantes teriam que passar por cima de rios de fezes no centro da cidade. Há 25 anos Estônia deixou a União Soviética, desintegrada e economicamente falida. Nenhum desses países tem quaisquer recursos para falar. Mas eles se tornaram um dos mais ricos do mundo. Qual é a diferença entre Hong Kong e Brasil? Cingapura e Venezuela? Estônia e Nicarágua?

As nações ricas têm algumas características comuns, manifestando-se pelo efeito cultural. As nações ricas têm uma cultura que valoriza trabalho e produção. Conhecimento. Produtividade. Inovação. Responsabilidade. Poupança. Autossuficiência. Isto não significa que as pessoas em países pobres não trabalham. Muito ao contrário.

Primeiro. Trabalhar muito, economizar e tomar responsabilidade são valores CULTURAIS e um país vai sempre evoluir boa qualidade, bem estar e bens materiais se possui esta cultura.
 
Segundo, as nações ricas têm instituições efetivas. O estado de direito é forte. Direitos de propriedade privada são fortes. A corrupção é limitada. O regulamento é sensível e moderado. A tributação é razoável e eficiente. É simples; ninguém quer fazer negócios com um país inerte, corrupto e burocrático. Instituições ruins afastam investidores. Capital é um dos componentes críticos de crescimento econômico, se sufoca os investimentos paralisa a economia.
 
Terceiro (e mais importante), as nações ricas têm uma economia "premiadora". As pessoas não são tratadas como retardadas ou servos medievais só existindo para determinado posição no estabelecimento. Quem desenvolve habilidades, novas ideias, criação interessante trabalha duro e assume riscos sobe fácil na carreira e pela cadeia alimentar socioeconômico. Os economistas chamam isso de "mobilidade de renda" (*). Nos Estados Unidos, ele é conhecido como o "sonho americano". Infelizmente, os três fatores aqui relatados estão desaparecendo nos países ocidentais, a ainda, nos próprios Estados Unidos.
 
Por exemplo, a cultura trabalhadora, pioneirismo e independência que ajudou a impulsionar os Estados Unidos para se tornar a nação mais rica do planeta são rapidamente desaparecendo e substituídos por uma cultura que valoriza gratificação instantânea, a dívida do consumidor e a ajuda do governo e hoje, a estrutura econômica do país rico do mundo está erodindo.
 
Qualquer economia torna-se extrativista se o sistema é projetado para o benefício do estabelecimento e manipulado contra o indivíduo.



 
 
 
 
(*) Causas de mobilidade (intrageracional) de renda  FONTE http://mercadopopular.org/2014/10/o-que-bloqueia-a-mobilidade-de-renda-em-um-pais-rico-como-os-estados-unidos/
1. Estrutura Familiar. De todos os fatores que melhor preveem mobilidade econômica é a estrutura familiar. Crianças criadas em comunidades com altas porcentagens de mães solteiras tem chances significativamente mais baixas de se moverem de forma absoluta ou relativa na escada econômica. Além disso, “filhos de pais casados também tem taxas mais altas de mobilidade para cima se eles vivem em comunidades com menos pais solteiros.”.
 
2. Segregação residencial, racial e econômica. De acordo com esse estudo, segregação residencial, racial e econômica, também são características importantes de comunidades que não favorecem a mobilidade econômica. Crianças crescendo em comunidades que são racialmente segregadas e que agrupam várias crianças pobres juntas não têm muitas chances de progredir economicamente.
 
3. Qualidade das escolas e capital social. Comunidades de elevado capital social tem altos níveis de associações religiosos ou voluntários, participação cívica, e envolvimento de cidadãos em diversas colaborações pela comunidade.
Copyright © 2017 - Thomas Nilsson - Todos os direitos reservados - info@thomasnilsson.com.br
Visitantes: 11236 - Atualizado: 17-12-2017