www.thomasnilsson.com.br
Caminhos para liberdade e progresso
   
 
   
INGLATERRA IMPERIALISTA
SOCIEDADE E PODER - 04/02/2016

INGLATERRA EM EUROPA
Após derrotar o exército francês de Napoleão I em Waterloo, em 1815, a Inglaterra tornou-se a maior potência mundial, não só em termos militares como também em poder económico, graças à Revolução Industrial que equipou o excército inglesa com armas modernas a usar contra arco e flecha. Através de acordos diplomáticos o mercado mundial foi dividido, sob a liderança britânica, de modo a assegurar que os países periféricos continuassem sendo apenas fornecedores de matéria prima e produtos agrícolas a preços aviltados e importadores de produtos industriais e de capitais financeiros europeus.


Um dos primeiros passos dos ingleses era de copiar o conhecimento portuguesa de navegação e construção de barcos,  aproveitando-se da endividada coroa portuguesa, que tinha dívidas aos inglêses pela aliança na rivalidade contra Espanha. Inglaterra tomou o controle econômico das colônias portuguesas e encerrou os dias de prosperidade colonial do Portugal. Na condição de primeira nação industrial e maior centro de negócios e de capitais, a Inglaterra dominava economicamente o mundo, sendo responsável pela maioria dos empréstimos que endividavam os governos das novas nações, como era o caso da América Latina.


Enfrentando exércitos profissionais, bem treinados e armados com os últimos recursos da Revolução Industrial, as forças nativas, improvisadas e com armas primitivas, não conseguiam impedir que seus países fossem conquistados e transformados em simples colônias ou protetor


A QUEDA DO IMPÊRIO

Finalmente, o imperio cruel e racista inglesa sucumbiu, entregando o poder econômico mundial em troca ao suporte militar do Estado Unidos, pais sucessor do poder mundial, que  durante as guerras mundiais ofereceu o tipo de apoio que os próprios ingleses tinham oferecido ao Portugal, em troca do poder mundial. Os movmentos nacionalistas que emergiram na Europa antes da segunda guerra incentivaram muitas colônias em África e Ásia a livrar-se do imperio inglês, aproveitando-se da fraqueza pos-guerra ingelsa. Foi o  inglês que virou o maior perdedor na Segunda Guerra Mundial.

 

Fall of the British Empire:
https://www.youtube.com/watch?v=rPomGrg0aPI

Copyright © 2017 - Thomas Nilsson - Todos os direitos reservados - info@thomasnilsson.com.br
Visitantes: 11192 - Atualizado: 17-12-2017